top of page
Buscar
  • VALERIA REZENDE DA SILVA

E a tolerância, onde fica?





As últimas semanas no nosso país têm me deixado estarrecida. Como estudiosa do bullying e na luta constante para conscientizar toda a sociedade sobre os males que causa, mais perplexa ainda.

Sabemos que o bullying passa muito pela intolerância. Intolerância ao que é diferente, ao que sai da "norma". A vítima será o mais gordo, o que não usa as roupas da moda, o que é muito bom aluno, o que não tem a mesma orientação sexual que a minha, e por aí vai.

Qualquer trabalho de combate ao bullying precisa ensinar e enfatizar o respeito ao outro, a aceitação do outro, a tolerância ao que é diferente de mim. Só assim é possível visualizar uma convivência harmoniosa de um grupo. Mesmo que o outro seja diferente de mim, que eu não queira ser igual a ele, eu tenho que respeitá-lo na sua diversidade.

E o que temos visto no nosso país? As diferenças de pensamento político estão levando a um embate muito sério. Dos dois lados." Não escuto o outro, de antemão ele não terá argumentos para me convencer." Ok, cale-se então. Mas o que vemos é agressão, palavras duras que ofendem a pessoa, julgamentos a priori sobre toda sua vida só porque não pensam igual a mim.

As redes sociais viraram uma praça de guerra. Não há uma discussão proveitosa sobre diferentes pontos de vista e, sim, agressões com alvo certo.

Como então falar de tolerância? Que exemplo os adultos estão dando à nova geração? Há muita preocupação e debate sobre os valores dos jovens. A isso respondeu uma delas: "Se quiserem valores diferfentes, dêem exemplos diferentes. Nós aprendemos com vocês".

Crianças e jovens estão sem pessoas em quem se espelhar. Palavreado, atitudes dos nossos políticos são de envergonhar a qualquer um. Comentários e comportamentos de muitos pais estão ensinando que é impossível respeitar quem pensa diferente, que o melhor mesmo é agredir.

Ainda se sobressaem atitudes desonestas, mentiras, calúnias, corrupção, hábitos de levar vantagem em tudo.

Estamos aproveitando essas oportunidades para conversarmos sobre valores com nossos filhos e alunos? Mostrar o que é um verdadeiro cidadão, o amor ao país, o respeito às diferenças?

O que queremos ensinar aos nossos filhos e alunos? Que debates estamos incentivando para mostrar que isso tudo está errado?


148 visualizações0 comentário
bottom of page