Ponte para Terabítia, de Katherine Paterson
Pinote Fracote, Janjão o Fortão - de Fernanda Lopes Almeida

Janjão era o valentão da turma, mas não imaginava que um menino pequeno como Pinote fosse capaz de derrotá-lo.

 

Um livro lindo, sensível, escrito com maestria pela ganhadora da medalha Hans Christian Andersen, o mais importante prêmio internacional no campo da literatura infanto-juvenil.  Narra a história de Jess Aarons e sua amizade com Leslie Burke, uma novata na vila e na escola.  Apresenta as dificuldades e os medos destes meninos, de 10 anos, algumas situações de bullying no colégio e no ônibus escolar. Também está disponível em vídeo.  Como sempre, o livro é melhor porque mostra melhor os sentimentos do personagem principal, Jess.  O filme relata bem claramente algumas situações de bullying vividas pelos garotos e a importância de uma boa amizade servindo de pára-raios.  É muito bem feito, explora um pouco o fantástico e será certamente uma boa diversão para os alunos.

IO livro foi escrito pela famosa atriz e se baseia em sua infância.  Conta a história de uma menininha sardenta e ruiva que sofria bullying na escola por ser diferente.  É um livro bonito, bem ilustrado.  O sofrimento da garota fica bem nítido mas acho que a solução para o caso e a reviravolta nos seus sentimentos não convencem muito.  Mas sem dúvida é mais um bom material para se trabalhar o tema com crianças menores.

 

Nesta seção quero trazer sugestões de livros e filmes que falam de bullying, não necessariamente teóricos.  Livros da literatura infanto-juvenil que poderão ser usados para reflexão sobre o tema.  Filmes também que sensibilizam para o assunto.

Quero contar com a colaboração dos visitantes no sentido de indicarem livros e/ou filmes que já foram usados com este objetivo.

Morango Sardento, de Julianne Moore
Bullying - Vamos mudar de atitude, de Jefferson Galdino
Bullying - Vamos sair dessa? de Miriam Portela

Bom livro para adolescentes mais jovens.  Narra o caso de Joca, um menino para quem a escola era uma verdadeira tortura.  Mostra também as ações empreendidas para combater o bullying dentro da escola, com o envolvimento de toda comunidade.

Bom livro, trata o assunto de maneira clara, entremeando com cenas de ficção.  Pode ser um bom subsídio para os professores e educadores, de leitura fácil.  Pode também ser usado como material para adolescentes, possibilitando um bom esclarecimento sobre bullying, tanto como ocorre no cotidiano como em seu aspecto mais teórico.

Livros e filmes

Torne-se à prova de bullying, de J. Alexander, Ed. Rocco Jovens Leitores, 2009. Livro bastante interessante, em que a autora pretende ensinar formas de se fortalecer e “criar um escudo à prova de bullying”.  Bem ilustrado e contém vários testes que despertam a curiosidade dos leitores. 

Valentões, fofoqueiros e falsos amigos  - de J Alexander

Ruth Rocha, grande autora da literatura infantil no Brasil, nos traz uma boa historinha para crianças sobre a perseguição de um menino por um mais velho.  A solução encontrada pela família foi colocar o filho na aula de judô.  O ideal é aprender a revidar?  O judô aumentou a confiança da criança e ele se sentiu mais forte?  Bons temas para serem refletidos com os alunos e filhos! 

Pedro e o menino valentão, de Ruth Rocha 
Ela disse, Ele disse, de Thalita Rebouças 

O livro é bem escrito, de leitura muito agradável para adolescentes.  Tanto que vou colocar a resenha que minha filha adolescente fez para a escola:

“Ela disse, Ele disse (Thalita Rebouças) é um livro que fala sobre situações cotidianas da maioria dos adolescentes e pré adolescentes.  Narrado por Rosa e Léo, o livro mostra o modo de pensar de meninos e meninas, a reação dos dois sexos a uma mesma situação. 

Lilás, uma menina diferente, de Mary Whitcomb

Lilás é uma menina nova na escola, com hábitos muito diferentes e que é olhada com certa resistência pelos colegas devido às suas esquisitices.  No entanto, demonstra uma grande resistência e se faz aceita pelo grupo.  Livro muito bom para se trabalhar a diversidade, a aceitação e convivência com a diferença.  Muito bom para crianças da Educação Infantil e primeiros anos do Ensino Fundamental.

‘Laís, a fofinha’ trata, de maneira sutil e adequada às crianças, temas atuais e preocupantes como autoestima, bullying e obesidade infantil, por meio da história de uma menina gordinha que sofre com gozações e apelidos dos colegas da escola.

De tanto ouvir as outras crianças a chamarem de gorda, Laís acaba acreditando que é feia e se fecha em sua tristeza. Mas quando surge a oportunidade de realizar o sonho de ser atriz, a menina precisa de coragem para se aceitar como é.

Laís, a fofinha, de Walcyr Carrasco
A Caolha, conto de Júlia Lopes de Almeida (1862-1934) 

Bom conto para ser trabalhado com alunos do Ensino Médio, mostrando que o bullying  já existia no início do século passado.  Descreve  o sofrimento de uma criança e depois rapaz que, por ser filho de uma mulher sem um olho, recebeu o apelido de filho da caolha. 

Albert, de Alberto Goldin 

O livro conta a vida de Albert Einstein, um menino diferente de todos os outros de sua idade. Mostra seu interesse pela contemplação da natureza e a falta de entrosamento com colegas de sala.  Embora não trate de bullying, pode ser trabalhado para a aceitação é tolerância das diferenças. 

Diário da Carol, Ines Stanisieri 

Os anos de escola podem ser um período complicado para quem não se encaixa nos padrões. Brincadeiras e piadas sempre ocorreram, mas há algum tempo este tipo de coisa atraiu a atenção ao passar dos limites.

O bullying tem preocupado pais e educadores, especialmente por causar danos psicológicos que acompanharão a pessoa por toda a vida. Por conta disso, muitos autores tem se dedicado a escrever para o público em tom de alerta. “Diário da Carol” é um livro infantojuvenil que trata de todos os problemas e dúvidas que surgem quando uma garota entra na adolescência.

Escrito como uma menina de 12 anos se confidenciando para seu caderno, mostra suas preocupações com o primeiro beijo, aparência, peso e muitos outros temas.

Coleção de diversos livros com diferentes histórias sobre bullying: Os Lacinhos de Bilú, Os Óculos do Dudu, Meu amigo Cotó, Quando Tomé engordou, Gióia - uma cachora diferente e A Teca ficou sozinha.

Coleção de livros infantis sobre bullying Bullying não é Brincadeira, Just Editora

 
Bullying e suas implicações no ambiente escolar, de Sônia Maria de Souza Pereira

O livro, resultado do trabalho monográfico da autora, é bastante interessante para uma revisão teórica sobre agressão no ambiente escolar e, mais especificamente sobre o bullying. Certamente será de grande auxílio para os estudantes que estão elaborando seus TCCs e monografias. 

Três contra um, de Rosângela Vieira Rocha

“Gabriel é um menino nascido na roça, que vai morar na cidade para estudar. Ele e o irmão passam a semana sozinhos com a mãe, enquanto o pai só vem vê-los aos domingos, pois não pode largar o sítio onde obtém o sustento da família. Tudo daria certo se ele não fosse perseguido na escola por três colegas, que fazem de tudo para dificultar a sua vida e torná-la quase impossível.” O livro apresenta uma situação clara de bullying e Gabriel reage de maneira típica: tenta esconder o que está passando, evita a escola. Ao final, com o conhecimento dos pais, a escola toma uma atitude. Vale a pena conferir! 

O sussurro da mulher baleia, de Alonso Cueto 

Para adultos que queiram conhecer mais sobre bullying embora o termo não seja nunca citado. Romance maravilhoso e que vale a pena ler! 

Era uma vez o Bullying, Editora Garamond

Cinco especialistas em Literatura Infantil resolveram unir a paixão pela escrita a um tema muito na moda: obullying. O resultado é o bem sucedido projeto “Era uma vez o bullying”, no qual cada autora conta a sua história sobre o assunto. A coleção é um convite para que o professor leve seus alunos à reflexão sobre o respeito às diferenças através da Literatura. A publicação é da Editora Garamond. 

O livro trata o bullying de maneira prática e realista, trazendo uma abordagem clara e compreensível.  Vem recheado de depoimentos reais que ilustram cada tópico relacionado ao bullying. Pretende provocar uma reflexão sobre o assunto, conscientizar pais e educadores e desencadear ações em toda a sociedade para minimizar o bullying em nossas escolas. 

BULLYING NÃO É BRINCADEIRA, de Valeria Rezende da Silva